Dirley Soares, Advogado

Dirley Soares

Parnaíba (PI)
13seguidores60seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Entusiasta do Direito Ambiental, Empresarial, Trabalhista e Previdenciário.
Pós Graduação em Direito Processual Civil(2008 a 2009), com habilitação em docência superior pela Universidade Estadual do Piauí - UESPI, Graduação em Direito - CEUT / Faculdades Estácio de Teresina (2001); OAB/PI 2002; Cursos de extensão nas áreas de Gerenciamento Empresarial, Recursos Humanos junto a entidades UESPI, SEBRAE/PI em 2012, 2014, 2016 e 2017; Atuação como advogado membro da banca de advocacia Cinéas Veloso & Associados (2002 a 2015), na assessoria jurídica da Cia Brasileira de Distribuição Grupo Pão de Açúcar (2004 a 2010), bancos Sudameris, Unibanco, Banco Real (2003 a 2007), Imobiliária R&R (2004); Estágios TCE PI, SEFAZ PI, MP PI e DRF.

Principais áreas de atuação

Direito Civil, 15%
Direito Previdenciário, 12%
Direito Ambiental, 9%
Direito do Consumidor, 9%
Outras, 55%

Comentários

(23)
Dirley Soares, Advogado
Dirley Soares
Comentário · há 2 meses
Seu artigo é edificante e atual, pois apesar de tratar de renovação política é mais profundo, um ciclo. Os 30 anos da CF não efetivada e o conhecimento coletivo intuitivo que dá suporte a muitas instituições sem conhecimento dos princípios, a era da ansiedade por respostas rápidas, a cobrança crescente de eficiência sem questionar se todos os princípios (incluindo o da eficiência) constitucionais são cobrados de forma harmônica dos 3 poderes que deveriam ser harmônicos e na verdade representam divisões de um único poder (estatal). Trato de algo semelhante inclusive sobre os 30 anos da CF na introdução do artigo AJU20. Dessa forma, peço ao amigo, quando tiver tempo, para dar uma olhada e sua opinião, serei muito grato. Encontra-se publicado no site JUSBRASIL em https://dsoaresadvocaia.jusbrasil.com.br/artigos/723791896/aju20?ref=feed.

As críticas que o judiciário vem acumulando e a cobrança de eficiência da prestação jurisdicional justificam o projeto de uma agenda comum de debate de melhoria na rotinas judiciais, sugerindo desde a criação de um Ranking Independente da OAB, novas metas CNJ para os JECC conforme a complexidade, utilização da experiência do rito sumaríssimo laboral em causas menos complexas até padronizações do PJE.

Como um favor para a classe dos operadores do direito e jurisdicionados lhe peço, por sua condição de formador de opinião no meio, para comentar e divulgar se achar conveniente, infelizmente espaço no IA e no CNOAB é muito concorrido para projetos dessa natureza. Grato.

Perfis que segue

(60)
Carregando

Seguidores

(13)
Carregando

Tópicos de interesse

(2)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Parnaíba (PI)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Dirley Soares

Entrar em contato